Conteúdo do Post

A mesma palavra que mata

Eu não tenho a pretensão e nem quero que ninguém acredite em mim, mas que acreditem que estamos dentro de um propósito sábio, eu apenas descobri e falo deste propósito, e quem quiser, faço questão que se certifique dele, pois, este propósito realizado em nós nos resultará na vida eterna do espírito lá no reino de Deus. Todos os dias falo deste propósito para quem quiser me ouvir, não faço acepção de pessoas e nem me importo quem seja a pessoa, muito menos o passado que ela teve, o que conta é daqui para frente. Quem não conseguir raciocinar, eu estendo as minhas mãos para me acompanhar no entendimento e se a pessoa não ver lógica no raciocínio, pode me deixar, não cobro absolutamente nada por isso. Trabalho na obra de Deus, e recebo de Deus pelos meus serviços, sou um dos guerreiros do Apocalipse, um soldado lá do reino, vim em nome do meu Pai e não faço conchavos com inimigos, não tenho sentimentos por nada desse mundo e se enganam aqueles que pensam ter alguma coisa comigo. Sempre cumpri com os meus compromissos tanto com Deus, quanto com os Homens, nunca abaixei minha cabeça e dou a minha cara a tapa, não me importo com os que me ferem, pois, o meu sangue é azul. O meu campo de batalha não é o físico e sim o ideológico, luto no campo das ideias, contra as potestades do ar, o meu maior inimigo é a ignorância das consciências, combato contra ela todos os dias. Minha cara é fechada, a minha testa é sisuda e é brincando que eu enfio a espada da palavra, o meu alvo é o coração que o faço e vejo sangrar pela minha boca.

Eu vejo que os meus adversários não sabem manejar com suas espadas e saem atirando para todos os lados sem direção, vejo também que os inimigos lançaram ervas daninhas nos campos do meu Pai e eu estou aqui para matá-las com o veneno das minhas palavras, e a mesma palavra que mata é a que planta também frutos bons para o proveito do meu Pai. Estes campos são do meu Pai, por isso Ele me enviou a vós, para plantar a semente do espírito em cada um de vós, no tempo da colheita vocês vão me agradecer, pois serão dias de glórias. Vocês não podem deixar os inimigos tomarem conta dos vossos campos, eles vão estragar a terra e escravizá-las. Vocês já não estão vendo como estão as consciências, todos os tipos de doenças, Isaías até disse: a terra está contaminada por causa dos seus moradores, porquanto transgridem as leis, mudam os estatutos e quebram a aliança eterna. Por isso a maldição consome a terra, e os que habitam nela serão desolados, e hoje, mais uma vez, estou aqui por meu Pai para rever seus campos e tentar expulsar os inimigos de dentro deles. As consciências que me ouvirem, se certificarem das minhas palavras e se corrigirem farão parte do reino do meu Pai, mas as que derem ouvidos as doutrinas de demônios e não se corrigirem diante do meu Pai, se lançarão no vazio eterno sem perdão. Hoje eu ainda estou aqui falando, mas quantos e quantos servos do meu Pai falaram e não deram ouvidos a eles, esta é uma oportunidade única de vida eterna, perdeu esta, nunca mais.

Por O teu espírito diz