Todos podem me sentir
Todos podem me tocar
Quero por ti refletir
E meu cheiro exalar

Estou nas entradas das cidades
Nos vales e nos becos
Sou a chave da liberdade
Sua paz e seu sossego

Sou a luz do amanhecer
E na madrugada velo teu sono
Em sua terra quero florescer
Ser teu colo, teu consolo

Amor proibido
Não cabe no meu dicionário
A compreensão liberta o imo
E enobrece cada relicário

Sou a verdade que liberta
Acompanhado da sabedoria
A grande inspiração do poeta
A excelência da orquestra em harmonia

Permita-me adentrar
Pelas frestas da sua alma
Sua tenda ampliar
E transbordar a minha calma

Curarei suas feridas
Secarei todo seu pranto
Sem limites para alegria
Entoaremos o leve canto

Amor proibido
Não cabe no meu dicionário
A compreensão liberta o imo
E enobrece cada relicário

Por Michele Mi 
Tema sugerido por: Fátima Silva – Apucarana/PR