Óleo suave que alivia
Cura todas as enfermidades
Dosagens de sabedoria
Essência da liberdade

Extraído da árvore da vida
Que habita em cada inverso
Unguento discorre na rima
E é distribuído a cada interno

A alma precisa compreender
E buscar sua saúde mental
Para não vir a desfalecer
Deve ingerir o remédio divinal

Bálsamo da cura
Que penetra no coração
Torna a alma em candura
Preenche sua solidão

Sua fonte está guardada
No profundo do nosso ser
Consciência prudente e sábia
Deixa a vida em si florescer

Banhe-se por inteira
Deixe exalar seu perfume
Nesta Terra és forasteira
Siga os passos do lume

Curará toda a ferida
Que os espinhos na tua alma marcou
As lágrimas serão de alegrias
Pois a paz em ti repousou

Bálsamo da cura
Que penetra no coração
Torna a alma em candura
Preenche sua solidão

Por Michele Mi 
Tema: Elení Fernandes – Martins/RN