Sensibilidade aguçada
Para ouvir a voz da razão
Consciência aberta e inclinada
Ao som suave do coração

Mente perceptível
Escuta a harmonia do entendimento
Os detalhes são visíveis
Discerne o recado do vento

Sentimento fala alto
Só não ouve quem não quer
Jorram palavras como as águas
Fonte de igarapé

Como é bom ouvir o silêncio
Que clama dentro do peito
Nos conforta, nos ensina
Cessa todos os lamentos

Poucos trilham o caminho
Que trafega pela alma
Conheça sua imensidão, ó passarinho
Encontre a paz e a calma

Voe com a sabedoria
Que tilinta com a vida e sua mão
Ande em sua companhia
Desbrave sua vastidão

Tanto nos ensina a simplicidade
A todo momento, a cada instante
Descubra as chaves da liberdade
Que brilham no imo como diamante

Só depende de você
Querer curar sua audição
Tu tens todo o poder
De libertar seu coração

Por Michele Mi 
Por Simone Nascimento – Taboão da Serra/SP