Legítimo, autêntico
Assim deve ser o coração
Devemos ser alma, a pura essência
E sentir a própria libertação

Não adianta somente ser sincero
Mas estar aliado ao engano
O compromisso deve ser com a verdade
E desvencilhar-se do que é profano

A nossa consciência é valiosa
E por ela temos que zelar
Lapida-la até ser pedra preciosa
Com a sabedoria deve se adornar

É lá dentro que deve limpar
E curar a ceguidão
Coração genuíno deve espelhar
A beleza da verdade e a razão

A formosura deve ser interna
Com os pendentes que a enriquecem
Entendimento e dignidade
Compreensão que o imo enobrece

A mão divina que nos molda
Já nos acena pela vida
Está batendo de porta em porta
Luz infinda que irradia

Mas se a barreira da ignorância
Taparem os ouvidos da alma
Perderá a esperança
Não verá a bela alva

É lá dentro que deve limpar
E curar a ceguidão
Coração genuíno deve espelhar
A beleza da verdade e a razão

Por Michele Mi 
Tema: Simone Nascimento – Taboão da Serra/SP