Estado de quem não está a par da existência ou ocorrência de algo. Quem não tem conhecimento, cultura, por falta de estudo, experiência ou prática.

Comportamento carregado de grosseria; quem se comporta de maneira incio; grosseria.
Como vemos, o significado da palavra ignorância denota quando alguém desconhece ou não tem a sabedoria de algo, tanto no entendimento quanto na prática, e também usamos esta expressão que uma pessoa é ignorante pela forma grosseira de falar ou de agir.

É óbvio que nascemos neste mundo sem saber nada, pois produzimos nossa consciência aqui, mas a nossa consciência é uma grandeza e temos o poder do raciocínio para enxergarmos todas as coisas pelo entendimento e temos a capacidade de armazenar infinitos conhecimentos. Fora isto temos outras funções também, como determinar e agir para colocar em prática o que quisermos e tudo isto só depende da vontade de cada consciência para ter ação sobre o que ela quiser. Como tudo que falamos é em torno da razão da vida, o motivo da nossa existência, enfrentamos muita dificuldade em falar e mostrar o que vemos em relação a coisa mais importante para o ser humano, visto que todos são ignorantes no assunto que deveria ser o mais comentado e vivido, pois estamos aqui só para cumprir com a nossa função como criação.

Mas quem de fato não é ignorante neste assunto e pratica em si, depara-se com a ignorância das outras consciências também na grosseria, pois pelo fato de todas as consciências serem ligadas a carne, elas agem pelo instinto animal e quando se sentem acuados, partem para o ataque. Mas aquele que se diz ser espiritual deve ter a compreensão que aquela forma de agir é natural para quem não discerne bem todas as coisas. Eu vejo também outro ponto dentro desta chamada grosseria, pois enfrentamos também outra dificuldade quando falamos a verdade com propriedade e autoridade para o bem das consciências, pois muitas vezes pela incompreensão do outro, somos taxados de ignorantes, soberbos ou até mesmo confeccionam em suas mentes que queremos ser melhor do que os outros, por falarmos com tanta convicção sobre aquilo que vemos, nos envolvemos e de fato vivemos.
Então diante este tema temos vários pontos a refletirmos, mas eu vejo que quando trilhamos o caminho da vida, constantemente estamos numa transformação, afinal trata-se de uma metamorfose existencial interna em cada consciência, onde deve ser natural vermos os frutos do novo ser apontarem e desabrocharem na nossa alma, como a temperança, a tolerância, a paz, o domínio próprio e etc. E não podemos esquecer de um detalhe, que cada consciência tem sua característica, como uma digital, um DNA e temos que separar cada coisa no entendimento para não confundi-las e nos atrapalhar de crescer no novo ser.

Por Michele Mi