Vem daquele que não crê
E não enxerga pelo entendimento
Necessário seria ver
Para ter o discernimento

Mas querem apalpar
Sentir escorrer pelos dedos
A mão na pele tocar
Não desvendam o segredo

A verdade bate a porta
Mas quem abre o coração?
Ela pulsa e se mostra
Frases, versos e canções

Onde está a sensibilidade
E a sabedoria da consciência
O choque da realidade
O encontro com a prudência?

A lógica não erra
É exato o caminho da razão
Mas o engano prolifera
Trazendo o vazio e a solidão

Tropeços constantes
Empirismo virou clichê
Almas errantes
Semblante em tom fumê

Quem contempla a vida
Sabe de onde ela provém
Completa-se em simetria
Olhos de lince enxergam além

Trilha a vereda racional
Voa alto com sincronia
Equilíbrio emocional
Luz perene irradia

Por Michele Mi 
Tema: Simone Nascimento – Taboão da Serra/SP