Uma joia preciosa
De valor inestimável
Regada com chuva celeste, desabrocha
Beleza ímpar, inigualável

Seu campo fértil é interno
Ventre puro e divinal
Semente invisível, sempiterno
Nutrida com leite racional

Campo ideológico
Jardim florido da vida
Um estado psicológico
De mansidão e euforia

Consciência adornada
Com pendentes de valor
Alma acrisolada
Gerando o filho do amor

Sabedoria
Compreensão
Destreza e maestria
Luz perene do coração

Nada se compara
A um ser evoluído
Que enxerga cada etapa
Seguindo a vida e seu sentido

Por onde passa exala o perfume
E sua paz paira no ar
Raiz profunda no lume
Essência de se admirar

Uma jóia preciosa
De valor inestimável
Regada com chuva celeste, desabrocha
Beleza ímpar, inigualável

Por Michele Mi 
Tema sugerido por: Alan Rubens – São Luís/MA