Sentimento perverso
Que dilacera o peito
Escurece o universo
Remoe a alma no leito

Doença da alma
Cega a visão
Distante fica a calma
Tormento do coração

Semente do ódio
Plantada na fértil terra
Quanto opróbrio
Circula por essa esfera

Seria bom sentir a paz
Ter leveza no olhar
Cessariam as dores e os ais
Alma sempre a cantar

Os olhos seriam bons
Sem maldade no interno
Ecoariam lindos sons
Amores do sempiterno

Não deixe subir no coração
Este sentimento tenebroso
Plante amor e compreensão
E sinta que clima gostoso!

A ira aprisiona a mente
Cadeados em sua cela
Não sejamos inconsequentes
Vamos ser livres como as gazelas

Seria bom sentir a paz
Ter leveza no olhar
Cessariam as dores e os ais
Alma sempre a cantar

Por Michele Mi 
Tema: Simone Nascimento – Taboão da Serra/SP