Ser autêntico
Ser poesia
Soar do peito
Pura harmonia

Bailar no próprio universo
Sentir a nota, cada tom
Emanar a sabedoria
Libertar-se a cada som

Ecoar a melodia
Que brotar em seu interno
Passar sentimento vivido
Não preocupar-se com o externo

Em cada ritmo ser preciso
Apurar a percepção
As vezes uma pausa no imo
Para ouvir o silêncio do coração

Muitos interpretam a vida
E se perdem em histórias de ilusões
O bom é conhecer-se de verdade
E provar o sabor da liberdade

Necessário é afinar-se
Para tudo ser agradável
Com a vida completar-se
Melodia desejável

Por Michele Mi