Uma consciência forte
Que enfrenta as batalhas
Sabe a causa por qual luta
E derruba suas próprias muralhas

A força não está no exterior
Mas no inverso do seu peito
Uma alma firme na conduta
Conhecida por seus feitos

Não se abala com a fúria do mar
As grandes adversidades da vida
Atracou-se no seu cais
Companheira da sabedoria

Mulher guerreira, alma de fibra
Um exemplo de coragem
Nos estimula, nos anima
A alcançar a liberdade

Revestida com a armadura
Da justiça e lealdade
Dia a dia na labuta
Semeando a verdade

Sua espada é de dois gumes
Que penetra o coração
Luz acesa, fez-se lume
Nesta densa escuridão

Leva na alma cicatrizes
Marcas que o tempo deixou
No seu caminho alguns dias foram tristes
Nas noites frias do deserto ela chorou

Mulher guerreira, alma de fibra
Um exemplo de coragem
Nos estimula, nos anima
A alcançar a liberdade

Por Michele Mi 
Tema: Benedito – Rolândia/PR