Sensibilidade majestosa
A acompanha por toda a vida
Uma de suas funções é esplendorosa
Gerar em teu ventre outra vida

Uma das dádivas mais lindas
Estabelecidas pelo Criador
Gesta e anda pelo filho
Incomparável amor

Farei um comparativo
Para refletirmos com destreza
A analogia da mulher
Representando a consciência

Todas tem o seu ciclo
E isto é tão natural
A consciência deve ter o domínio
E não plantar a semente do mal

Preparar-se com muito zelo
E tornar o interno em candura
Para gerar o filho eterno da vida
Deve ser como uma virgem pura

Não ter má intenção
E agradar o divinal
Assim como uma donzela
Quer encantar no seu tempo jovial

Neste mundo somos todos iguais
Só temos papéis diferentes
Para que contendas banais?
Busquemos ser coerentes

Tenhamos compostura
Moral e dignidade
Mulher sábia edifica sua casa
Sua luz ilumina a cidade

A consciência de cada um é eterna
Alma pura é o desejo do Criador
Um dia não é nada diante uma eternidade
Para regozijar com respeito e muito amor

Por Michele Mi
Tema: Madalena – Apucarana/PR
Benedito – Rolândia/PR

*”Participe você também dos poemas!”
Faça a sua sugestão, dê um tema e ele poderá ser veiculado aqui!!