Um dia tive um sentimento forte em meu coração, alertando-me que tudo o que eu vivia era mentira e ilusão. E mesmo no meu inconsciente, eu ouvi o conselho e fui obediente. Virei as costas para o engano e esperei a verdade chegar, ela chegou de mansinho em minha casa, bateu à minha porta e abri para ela entrar.
Por muito tempo só ouvi as palavras do céu, muitas vezes amargas, mas que na alma tornaram-se doces como o mel. Elas foram penetrando meu coração e curando aos poucos minha visão. Rasgou o véu dos meus olhos e eu pude enxergar, a sabedoria divina e infinda, a única verdade que pode nos libertar. Foi tal como um clarão, dissipando a escuridão, a semente da vida brotou e refleti no espelho quem realmente sou. Não sou este externo aparente, mas o fruto produzido pela criação, a consciência, uma grandeza, campo de manifestação.


Estamos dentro de uma verdade, que todos deveriam enxergar e praticar. Mergulhe dentro de si mesmo e busque a compreensão, não se conforme com este mundo, faça no interno a transformação.
Eu trilho a vereda da vida e contemplo suas paisagens, tento mostrar a cada consciência que estamos aqui só de passagem.
Não é só de ouvir falar que ocorrerá a mudança interna, mas todos devem contemplar o quadro, e pintar com a vida sua tela. Mudar os pensamentos, converter no inverso o caminho, distinguir os sentimentos e arrancar todos espinhos. Curar a própria alma, escrever a sua história. Sermos guerreiros da vida e alcançar nossa vitória.

Por Michele Mi