Pés no chão
Olhos que vêem a verdade
Caminho da razão
Traz a alma alacridade

Eu sei que os pensamentos voam
E nos fazem viajar
Mas cuidado com o engano
Não queira fantasiar

Pode subir a montanha
Bem ao alto da sua mente
Vasculhe o seu interno
Cante a vida alegremente

Esta vereda é radical
Descobrir-se como ser
Sabedoria racional
Não te deixa fenecer

A sua luz deve ser própria
Não fique em cima do muro
O medo coíbe a trajetória
Deixando tudo obscuro

Sem sonhar
Sem fingir
Sempre lutar
Jamais desistir

A verdade é nua e crua
E não tolera insanidade
A alma deve ser pura
E almejar a liberdade

Desperte para vida
Enquanto ela está sorrindo
Faça dela sua amiga
Sua base e seu abrigo

Por Michele Mi