As almas dormem
No pó da terra
Estado mórbido
Por toda a esfera

A consciência está ali
Mas seu sono é profundo
Não acorda para a vida
Iludiu-se com este mundo

Todos os acontecimentos
Cooperam para afasta-la
Está bem longe do entendimento
E nada faz acorda-la

Desperta tu que dormes
Enquanto ainda é dia
O tempo está passando
Acorde para a sabedoria

Por detrás desse corre-corre
Há um segredo oculto
A saída pra tão temida morte
Guardado no seu mais profundo

Mas quem se dispõe a trilhar
Este caminho inverso
O próprio imo desbravar
E conhecer seu universo?

Preferem continuar dormindo
Para não saírem do lugar
E o âmago continua faminto
Da verdade que podia libertar

Desperta tu que dormes
Enquanto ainda é dia
O tempo está passando
Acorde para a sabedoria

Por Michele Mi 
Tema: Simone Nascimento-Taboão da Serra/SP