Depende do ângulo de visão
O olhar de cada consciência
Como encara e enfrenta a situação
Onde busca a sua essência

Sou eu que tenho o poder
De fazer minha vida doce
Basta somente compreender
E deixar para trás os dissabores

Tudo está em nossas mãos
Para edificar e construir
Cuidar do próprio coração
Para não sofrer no porvir

O que plantamos, colhemos
Isto é tão certo como a luz do dia
Devemos deixar nosso lar ameno
Com a receita da sabedoria

Tudo deve ser bem dosado
Para não desandar e amargar
Uma alma bem temperada
Deixa o clima sempre salutar

Não profere palavras frívolas
E nem as joga ao vento
Se não for para somar
Cerre os lábios um tempo

Se a vida está amarga
Vamos rever os conceitos
Pois a única culpada
É a alma com seus feitos

Mas a consciência é como uma terra
E ainda há tempo de mudar
Plante a semente certa
E doce ela ficará

Por Michele Mi 
Tema: Marcia Rocher – Apucarana/PR