Silenciar

Entre sons distintos eu busco o silêncio, porque ouço vozes que querem me calar. Sigo num diálogo comigo mesma, tentando me ouvir, ouvir meu eu aconselhador. É tão difícil ouvir-se, ouvir a verdade de si mesmo por si mesmo, mas é extremamente necessário ter esta conversa, se olhar no próprio espelho, olho no olho, enxergar […]

Continuar e seguir…

Mesmo que os pés se cansem o coração precisa continuar batendo porque cada manhã traz a esperança da renovação, e o incentivo tem que partir de nós mesmos, não há quem possa me levantar se eu mesma não me impulsionar. Todos os dias são iguais, o que diferencia um do outro são os nossos pensamentos, […]

Espelho, espelho meu VII

As janelas da alma ao se abrirem espelham o que há do lado de fora, elas alcançam até a linha do horizonte e depois dali, nada mais, deveriam se fechar em forma de reverência para que em solitude pudessem ver além do horizonte interno. Espelhar-se é elevar-se porque somente o sábio consegue tal feito, porque […]

De mim para mim mesmo VII

Oi, estás sozinha? Podemos conversar? Cá para nós o que tens feito de bom para si? Sei que há um caminho para encontrar-se com a paz, e que hora se vê nele, hora parece longínqua. Já parou para refletir sobre si, sobre tuas escolhas, pensamentos e atos? Coloque-se diante ao espelho que és, procure-se e […]

Fuga

E era tempo de luz Relativo àquele momento. No interno um guia, conduz Mas o espelho não o refletira lá dentro. Apesar da descoberta, Uma preciosidade Tesouro que guarda a pedra Rocha, luz da divindade. Fora inundada pelo mar de desejos O qual da luz o fez desfocar Era engano, era lampejo Na morte não […]

Sou o Teu poema

Duas grandezas imensuráveis, descritas por uma caneta e um coração, o espelho que revela o poema, a inspiração de cada verso meu. Há tanto a ser falado no silêncio e tanto a ser observado no invisível. O meu poema é vivo, porque a vida lhe é própria, Ele é imutável mesmo que eu o descreva […]

Lugar ao sol

Ouço os uivos dos ventos querendo me dizer algo, em tudo há comunicação precisamos aprender tantas línguas. Os ventos que falam, o frio que silencia, as gotas que choram, os pássaros que cantam a vida, o azul do céu que nos diz que há um infinito a ser desbravado. Às vezes sem som as frases […]

Introspecção XIV

Fechei minhas janelas e me abri para um horizonte interno, avistei sua linha e depois dela já não me pertencia, era o abismo que me cabia, um vazio que eu não conhecia, mas sentia. A falta de luz não me deixava refletir o que havia aqui. Refletir sobre si são para poucos, não que todos […]

Meias escolhas

Pela metade, sem parte, se parte, o que se faz ao meio, nunca se é inteiro. Há de ter convicção, saber escolher, não meias escolhas porque não se pode colher meio, se planta a semente inteira para que seja colhido o completo, com todas as suas partes, porque o meio é só metade. A escolha […]

Qual vale a sua alma? X

Ao se olhar no espelho, o que vê é o efêmero, e a angústia sobe ao topo por se ver finito. Ao espelhar depara-se com o que é fugaz tirando-lhe a paz distanciando-se do cais. E as janelas se abrem apenas a poeira que é o que conseguem observar, e por isto perdemos o valor, […]