Assim como nós temos várias doenças da alma, que desliga uma consciência do espírito de Deus, a heresia também é uma descrença, uma incredulidade, o famoso cético. É lógico, que neste mundo, muitos se fazem ateus, por ainda não terem encontrado o caminho da verdade que explica a nossa razão de existir, e tudo o que se fala, principalmente nas religiões, são absurdos, incoerente, como Paulo disse: mudaram a verdade de Deus em mentiras, e honraram e serviram mais a criatura, do que o Criador que é bendito eternamente. Existe uma só verdade que explica a nossa razão de existir, mas o engano se instalou nas consciências, como uma doença, que faz com que elas invertam o raciocínio lógico das coisas. E uma dessas doenças é a heresia, que se instala nas almas dos loucos, e por não conseguirem enxergar com os olhos da carne, simplesmente, ignoram a verdade da vida.

Nós não estamos falando do comportamento de cada um, mas da vida eterna das nossas consciências, e a vida eterna não é uma brincadeira, mas nós estamos neste mundo só por conta disso. Podemos até nos divertir, sermos bem-humorados, mas na hora de realizarmos o propósito de Deus, não tem brincadeiras, mas temos que o tratar com seriedade, pois a coisa é séria. Não podemos tratar o propósito da vida com heresia, julgando que ele seja uma fantasia, mas o propósito da vida é sério e acontecerá com todas as consciências, seja pelo bem, seja pelo mal. Todas as coisas têm a hora e o lugar certo, mas a heresia, como qualquer outra doença da alma, não conhece o tempo das coisas, e para o herege tudo é uma brincadeira, o tempo todo ele é engraçado e não mostra sabedoria, mas só quer fazer graça o tempo todo. Não sabe dosar o tempo e nem tem noção da sabedoria. Uma vez, a coisa pode ser engraçada, mas várias vezes, ela passa a incomodar.

Eliú disse que há um espírito no Homem e que este espírito é que faz as consciências entendidas nas coisas de Deus. Mas como o herege só tem cabeça para as coisas engraçadas, satiriza as leis de Deus e passa o tempo todo hilário, julgando que está agradando, tipo: eu não te pego pela sabedoria, mas te pego pelo humor. E as mulherinhas, por serem insanas, gostam mais de homens bem-humorados do que sábios, e eles passam a vida inteira se enganando com brincadeirinhas, e o outro achando engraçado. Mas com as coisas de Deus não se brinca, e todos temos que ter tempo para o senhor, pois ele é a nossa vida eterna. Mas os hereges, principalmente os religiosos, inventam salvações descabidas e passam a vida brincando com elas como se o propósito fosse uma ilusão.