Prezada criação
Quem sabe vai me ouvir
Venho por meio desta
Tentar te corrigir

Teu erro de função
Por toda uma geração
Que a consciência que produz
É para minha manifestação

Mas algo deu errado
Não sei o que aconteceu
Todas andam pela carne
Fazendo dela o seu eu

Ninguém consegue ver
O espírito que assentei
Para toda a consciência
Fazer dele a tua lei

Pois ele é a vida eterna
Para todos que o seguir
Mortificando a carne
E com ele prosseguir

Por Regis Roberto