Morrer pra carne
Assumir o espírito
Passar uma borracha
No que for preciso

Mudar de existência
Dentro da consciência
Rasgar este véu
E ir para o céu

Só enganos e blá blá blás
Ferem a alma e podem levar
À depressão que irá te matar
Se uma decisão você não tomar

Decidir radicalmente
O melhor pra tua mente
E fazer a vontade do espírito
Ganhar a vida eternamente

A vida oferecida
Aqui neste mundo
É como tempestade
Deixa marcas profundas

Tira a tua paz
Fere a tua alma
Te deixa sem vida
Perdendo a infinda

Raciocínio inexistente
Em um tolo é bem frequente
Não enxerga tua razão
Pra sair desta situação

Comete o mesmo erro
Não sai desta mesmice
Vai cair no vazio eterno
Sem saber que a vida existe

Por Régis Roberto