Nossa confiança
Somente no espírito
Pois a carne te corrompe
Para não enxergar a Cristo

Ficou com medo
Se aprisionou
Andou com a carne
Ela te enganou

Seja corajoso
Enfrente a morte
Mas não com sorte
Mas por ser forte

Quanta beleza
Que perfeição
Criou o mundo
Para criação

Para que produzisse
A consciência
Da existência
Da excelência

Ouviu os céus
Com querubins
Cantou ao som
Dos seus clarins

Aprendeu a ouvir
Com sabedoria
Que andar por Cristo
Faz ganhar a vida

Por Regis Roberto