Bilhões de consciências
Numa corrida desenfreada
Com muito brilho no olhar
Querendo o mundo conquistar
São tantas realizações
Seus desejos e sentimentos
Corações batendo forte
Contando sempre com a sorte
É tanta ligação
Em um mundo de ilusão
Os teus olhos brilham tanto
Dá vontade de chorar
Quem dera enxergasse
Que este mundo vai passar
Que este brilho no olhar
Pelo mundo vai acabar
Seria tão maravilhoso
Se o inverso acontecesse
Este brilho no olhar
Pelo espírito renascesse
Para que isto aconteça
Tem que nascer de novo
Morrer para este mundo
E no espírito um renovo

Por Régis Roberto