O caminho certo está bem explícito, ao menos para aqueles que predispõem-se em vê-lo. Para tal é necessário deixarem de lado, ao menos para ouvir sobre este único caminho, aquilo em que baseiam suas crenças. São tantos salvadores, mas uma única forma de eternidade, na carne. São tantas privações, não pode isso, não pode aquilo, pois contamina o corpo, tantos cuidados com o que entra pela boca e é escusado, enquanto que a consciência, o manifestador de tudo, que deveria estar sendo purificada para ser o templo do senhor, a cada dia está mais e mais suja, longe, bem longe do intento de Seu Criador. A questão está no valor que cada consciência dá a sua própria vida, a sua eternidade. E este começa em mensurar desde o princípio o esforço da corrida do sêmen, sua transformação em ser humano e em saber que por todo tempo a ação do senhor é quem lhe possibilitou e possibilita a vida e que somente Nele está a continuação desta, pois fora Dele só há o nada eterno!

Por Loir Xavier