O ser humano produz a consciência, porém deve se inteirar que esta não pertence a ele e sim a Deus, algo estabelecido desde o projeto, objetivo principal, o qual justifica a criação do mundo e tudo o que nele há. O que podemos dizer sobre essa inversão que o Homem fez e que a ele próprio causou tamanho dano? Agora é converter seus caminhos, para tanto é preciso colocar as coisas nos seus devidos lugares, os pingos nos is, deixar de ser dominado pela sua natureza carnal e entregar à Deus o que é de Deus. Como? Atentando-se a palavra, ao senhor que estende a mão, ao prumo certo, ao caminho reto e perfeito, a verdadeira conversão que se dá na consciência, sendo submisso a vontade de Deus e fazendo delas as suas, sendo único para com Aquele que é Único e Digno. Só assim não experimentará do salário do pecado: a morte eterna espiritual.

Por Loir Xavier