Há em cada um de nós uma centelha que nos aquece! Que está conosco em todo tempo. Ao dormir, ao acordar, ao sentar, ao levantar…Ao sorrir, ao chorar, enfim em todo tempo! Deu-nos o respirar, o bater do coração, a voz, a cor, enfim ele nos fez! Nele está a vida, ele é a vida, ontem, hoje e sempre será! Nos fez consciências! Campo fértil, abundante! Seres pensantes, inteligentes, mas nos tornamos em tolos, ignorantes, ao não fazer caso do que vivifica, entronizando o que morre. Nos fez consciência! Que se perdeu, feneceu! Centelha apagada…semente não plantou, não vingou, não nasceu, pereceu! Ligação, morte…dor…lamentos…eterno, vazio!

Por Loir Xavier