Começa cedo, desde o nascimento já há entre os pais, a disputa de qual filho e o de quem é mais bonito, mais gordinho, mais esperto, mais inteligente e por aí vai. O estímulo para que o indivíduo coloque-se em disputa com os outros começa dentro de sua própria casa e por mais que se fale em igualdade, nada é encarado de tal forma. O prazer em ser mais que o outro, em estar a frente, neste mundo onde o ser humano vale pelo que possui ou pelo lugar que ocupa dentro da sociedade é maior que qualquer raciocínio referente a igualdade à que fomos criados.
Fala-se de igualdade porque é bonito, porque os holofotes caem sobre quem fala, mas nos bastidores é tudo emulação. Inclusive, há aqueles que disputam quem já está no céu ou não, ignorando que somente os que cumprirem com o propósito estabelecido por Deus, na consciência, estarão aptos para adentrar ao santo lugar. Deus nos fez de igual modo e maneira, todos capazes de realizarmos com a função estabelecida, ajudando uns aos outros a conquistar cada qual sua terra e assim deveríamos ser, mas a consciência fundiu-se a carne e tudo perdeu-se!
Por loir Xavier