No princípio era o verbo. E o verbo hoje habita em nós!
No princípio há de se crer, abrir os olhos do entendimento e enfim nascer para o novo e eterno! Mas para tal faz-se necessário morrer. Parece insanidade, mas afirmo que para ser, é vital desfazer-se.
Somos criações e estamos dentro do propósito de nosso Criador Deus. Temos um caminho à percorrer para tornarmos-nos filhos, o qual consiste em realizar tal propósito que é claro, essencial e conciso ao afirmar que o nosso proceder deve ser segundo o espírito. Exulcerar a carne de nossas consciências de modo a cumprir o princípio e enfim gerar o espírito até o nascimento eterno no plano do céu.

Por Loir Xavier