É fundamental conhecer o propósito, entendê-lo, ver-se como parte deste para poder olhar para os seus próprios conceitos, alguns produzidos por si próprio, alguns adquiridos dos outros e que vão de encontro ao próprio pensamento, a fim de raciocinar e alcançar a visão e o entendimento de tudo, acertando os ponteiros para funcionar de maneira correta e adequada. O humano precisa perceber a grandeza do que produz e do propósito para o qual foi criado, pois percebendo, encontrar-se-á com a razão de sua existência. O humano precisa conhecer para retirar-se de cena e entregar o palco para quem de fato deve brilhar, o espírito de Deus, através de sua consciência que foi produzida para este fim, mas sórdidos mudaram seu prumo. Portanto, não há justificativas, não há atalhos, não há como fugir do que é óbvio, ou seja, se não houver realização deste propósito, não haverá salvação para a consciência e isto é fato contundente, tal qual é a morte!

Por Loir Xavier