Notícia fresquinha do céu, joio ou trigo, qual sua escolha? Eis que chegará o tempo da colheita para cada consciência, pois estamos dentro de um propósito, assim como já chegou para tantas outras. E então, serás colhido ou lançado para o lixo eterno? O joio e o trigo tem características em comum, que engana facilmente quem não os conhece, mas ao chegar o momento de eclodir seus frutos é que nota-se a diferença. O trigo em nós, o espírito, é fonte de alimentação, de saciedade, de vida, enquanto que o joio em nós, a carne, para nada se aproveita. Nascemos na carne para produzirmos a consciência, e esta para realizar sua função de manifestação da glória do Senhor, através do espírito santo de Deus em nós, esse que nos vivifica. A consciência é para o bem eterno de Deus por isso devemos arrancar todo o joio ramificado, que impede que seus frutos sejam bons, puros. E quando a colheita vier, seremos achados como num belo trigal, que cresce altivo rumo ao céu, com seus belos cachos de sementes, formando um belíssimo pendão, um espetáculo para os olhos que o apreciam.

Por Loir Xavier