Cada consciência é uma incógnita e quando pensamos conhecer, pronto lá vem um fato novo que nos surpreende. Na verdade, ninguém sabe realmente o que se passa em uma consciência, a não ser ela própria e Deus que sonda e conhece todas as intenções e pensamentos, até o mais profundo. Pensamos muitas vezes que pelos atos a consciência desnuda-se, mas estes podem estar apenas camuflando suas reais intenções. Sabemos também que o egoísmo impera nas consciências e que por conta disso esta pensa somente em seu próprio bem e não no bem comum. Às vezes apresenta uma preocupação com o outro, entretanto lá no fundo está a raizinha do ego querendo inflamar-se e aparecer. E nesse mundo lotado de consciências ardilosas, o propósito de Deus que deveria ser o centro de tudo, está oculto à elas por falta de busca e cada dia vemos a vida esvair-se sem que estas possam seguir com ela. Mas devo lembrar-me que também sou uma consciência, que conheço e sou parte desse propósito e inquirir-me: o que tenho feito eu para a minha vida eterna? Essa pergunta deve ser respondida com verdade absoluta por mim e para mim, pois trata-se da minha eternidade.

Por Loir Xavier