A consciência, lugar próspero, iluminado, onde habita o senhor da vida! Muitos dirão: que loucura é essa? Loucura alguma, pois nisso consiste o propósito de Deus, que nos desprendamos da carne e nos liguemos ao nosso corpo eterno, o espírito de Deus. E o propósito se cumpre na consciência de cada ser humano, dotado de racionalidade. Do que adianta levantar cedo e trabalhar penosamente para ter somente o que perece, o que em nada acrescenta, mas pelo contrário, só diminui e deixa sujos. De que adianta povoar a consciência com mais e mais inimigos carnais? Sim, estes são os inimigos, os quais devem ser combatidos veementemente, pois estão a corroer feito traça a consciência, deixando-a cada vez mais fraca e submissa aos seus desejos e deleites. É tempo de despertar, de enxergar, de purificar-se, de gestar para tornar-se uma consciência digna e merecedora de vida, na qual o senhor achará nela prazer em habitar, bem como de estar na presença do Altíssimo.

Por Loir Xavier