Sem dúvida que o olhar de uma pessoa transmite o que se passa em sua consciência e para um bom observador isso torna-se claro tal qual água cristalina. Pode-se usar um largo sorriso no rosto para expressar um estado em que não se está, mas o olhar demonstra todo o oculto. Através do olhar há demonstração de todos os sentimentos, tanto bons quanto maus. Pelo olhar há cumplicidade, afeição respeito, dúvida, certeza, enfim, na troca de olhares diz-se muito sem pronunciar palavra alguma. Mas há também o olhar de amor e esse deve ser primeiramente direcionado a nós mesmos, a nossa própria consciência. Mas será isso egoísmo total? Não, absolutamente. Entendo que para demonstrar ao outro um olhar de amor, de compreensão, é preciso ter e faz-se necessário buscá-la na fonte, no Deus eterno. Conhecer, compreender e sentir desse amor, cujo qual se fará presente no olhar daqueles que Dele se alimentarem. Olhares que transbordarão a compreensão e que aquecerão o mais frio coração.

Por Loir Xavier