Se temos a certeza da verdade e esta arde em nosso peito porque a relutância em cumpri-la? Não, não devo falar das consciências, mas da minha consciência. Porque eu reluto? Sou livre das amarras do engano. Trilhei o raciocínio lógico e tenho hoje o pleno conhecimento e o entendimento de que estou dentro do propósito do meu Criador. Mas não é somente o conhecer e o entender, mas principalmente é o também cumprir. Tenho que fazer com que Cristo, o espírito da vida, o meu senhor seja visto em mim, em meu proceder, em minha vivência, em minha consciência. Tenho ciência de que tudo da carne, que é uma existência resistente, forte e dominadora me jogará no vazio eterno. Coloco-me diariamente nas mãos do meu senhor, converso com ele até em sonhos para que ele realmente seja minha essência, seja tudo em mim.Travar a luta, e esta é primeiramente comigo, para tirar todas as minhas imperfeições, as minhas ligações, pois tudo é “para o bem de Deus”. Estar em Tuas mãos realmente e verdadeiramente entregue para que se cumpra em minha consciência somente o Seu querer, não só de falar, mas de agir, de viver. Dominar o animal que salta para fora, colocá-lo debaixo dos pés, sem ação, inerte, morto e ser enfim o que meu Deus quer de mim. Não quero mais ser identificada pelos frutos podres da carne. Quero ser uma consciência desejada e habitada pelo espírito que há em mim, o meu senhor!

Por Loir Xavier