Vejo que tudo é sequencial, se bem entendido pela consciência. Primeiro, deve-se ter o querer para todas as coisas, bem como para conhecer o Senhor, buscá-lo, identificar-se com ele, entregar-se a ele sem reservas, total e verdadeiramente e fazer dele a sua fonte de luz infinda. Então, a vida carnal seria encarada e vista sob o prisma de uma breve passagem e não dessa forma urgente, frenética em possuir dos bens dessa terra que se vê hoje presente nas consciências. Tudo seria entendido e serenamente acomodado, o viver seria um constante crescer e o tesouro à ser herdado, estaria de fato sendo acumulado para o nascimento pleno de um novo ser, em outro plano, o eterno. Se…

Por Loir Xavier