Peito nu, aberto, expondo a sua verdade, em quem está fundamentada sua casa, em construção, mas em base sólida. Peito nu, transparecendo o que vai em seu imo, sem receio, sem temor, por estar frente a única e real verdade. Inegável, libertadora, redentora! Peito nu, aberto, sentindo a verdade que arde e explode pelos poros! Ver-se, conhecer-se e caminhar para Ser! Ser simetria, ser filho, ser um com o corpo eterno! Ser a verdade, inegável, libertadora, redentora!

Por Loir Xavier