E o que mais se vê é conformidade com este mundo. Tudo é considerado normal, aceito e defendido com veemência. Perdeu-se completamente a noção do bem e do mal, pois tudo é considerado para o bem, para ser feliz. O que importa é o presente, é o que se vive para a satisfação carnal. Saber que está dentro de um propósito e do que consiste não causa absolutamente nenhum impacto profundo nas consciências, haja visto que a crença da garantia da vida eterna é algo forte e tido como certo. Tirá-las de tal acomodação a fim de que tenham entendimento de que há um caminho para trilhar é exaustivo, angustiante e triste por que relutam em enxergar a verdade e em constatar que o vindo de Deus está dentro e não fora olhando do céu o que acontece nesse mundo vil e tenebroso. Será que ainda há o que fazer? Vejo que é o mesmo que forçar uma pessoa a tomar uma dose de cura, se não quer, não surtirá efeito algum.

Por Loir Xavier