O Homem só age em torno do que vai lhe dar um prêmio ao final, uma conquista. É aí que se vê e se dá as intenções, a primazia de seu coração, pois irá realizar o propósito por conta do galardão ou por que ama a Deus acima de tudo e portanto suas ações são em obediência a Ele? Dependerá da compreensão do propósito! Da compreensão de que não é apenas entender, mas principalmente realizar e para tanto purificar-se, limpar-se do mundo externo e interno. Percebo que a análise de nossas consciências, que deve ser feita friamente, passa também por esse ponto, pois nosso relacionamento com o senhor deve ser por amor e prazer em estar em Sua preciosa presença e em obediência aos seus princípios, o que obviamente nos conduzirá ao céu e não como moeda de troca tipo “você me dá, que eu te dou”, isso é característica de uma consciência dominada pela carne. E para tudo concretizar-se da maneira correta havereremos de ter a aceitação do propósito único de Deus o que resultará em sua plena compreensão, pois muitos que disseram terem chego ao entendimento, não o aceitaram. Longânimos, perseverantes, críticos de nossas próprias consciências para não perdermos a vida eterna com Deus!

Por Loir Xavier