Realmente é sinistro, para nós que sabemos que todos vivem a mentira. Mas vejo que sinistro para as consciências que estão prazerosamente desfrutando dessa mentira é sair da zona de conforto em que estão instaladas. E continuam a fazer o que lhes dá absoluto prazer e mesmo que algo as esteja machucando, as ferindo de morte, ainda assim continuam, porque alguém ensinou que era dessa maneira, que esse era o meio correto de chegar ao objetivo, ao céu. Sim, chegar é o verbo e não conquistar.

Porque não é preciso conquistar aquilo que já se tem e é nisso que acreditam, é isso que vêem. Sinistro também é para as consciências admitirem que tudo são sombras e que da mesma forma que aqui adentraram nesse mundo, também o farão para adentrar ao céu, que terão que inseminar e gestar o espírito de Deus em suas consciências para nascerem no plano espiritual, sendo filho do Eterno Deus. Sinistro é por ignorância lançar-se ao vazio eterno, sendo que até os passarinhos cantam ritmados a verdade, conclamando as consciências à realizá-la!

Por Loir Xavier