Sou conhecida pelo nome que me deram ao nascer nesse lugar e pelo qual atendo ao ouvi-lo. Sou conhecida pelas habilidades que desenvolvi, pela formação acadêmica, pela profissão em que atuei ao longo do tempo em que passo por aqui. Sou conhecida por ser filha, esposa, mãe, avó, irmã, tia, enfim, pelos graus de parentescos carnais. Várias são as características que me definem na existência carnal, mas tudo isso passará, acabará e “restará apenas um retrato em uma estante ou talvez nem isso”.
Mas qual a importância de tudo? Nenhuma, pois o que tenho de valor não está fora, no externo que veem, mas dentro de mim, no que me vivifica, no meu senhor da vida. E é por ele que minha consciência quer ser reconhecida e desejada. É com ele que almejo seguir para a minha eterna morada. Hoje, aqui nesse tempo quero me limpar, me tornar pura em minha consciência para que ele resplandeça em mim, para que minha nova identidade torne-se aparente, sem precisar de palavras ou de provas. Que ele reine em mim! Que seja tudo e sobre todas as coisas, para que minha consciência veja e seja parte de Sua glória!

Por Loir Xavier