Em um grande coro, todos os participantes devem estar em harmonia, cantando no mesmo tom, uníssonos ao compasso da melodia. Não, não é permitido o desafino, este destoa, agride, fere a beleza e perfeição da canção. Assim também podemos referir-nos a nossa consciência, esta deve estar em conformidade com o espírito, com seus direcionamentos. Afinal que nexo há em apenas repetir belas palavras, se estas não estiverem cravadas no coração? Sim, faz-se necessário estar ritmado, embalado, conduzido, possuído também o diria, pelo espírito do grande Eu Sou, para que o seu entoar seja genuíno e toque os corações que as ouvem, levando-as à sentir Sua maravilhosa presença! Para tanto, a cada dia me afino, até que em meu inverso tudo tenha nexo e seja conforme com Aquele para quem sou! Que de minha consciência saiam perfeitas notas e um canto suave e harmônico de entrega e realização!

Por Loir Xavier