Um enlaço
Acomodado em abraço
Um laço
Que não esconde-se traços

Transparência
Amor em incandescência
No imo guarda a essência
Livro aberto em luminescência

A amizade verdadeira
É como óleo em candeia
É céu para quem é estrela
E lenha para fogueira

Dois corações
Duas almas
Uni as emoções
Um, traz ao outro calma

Sente-se feliz
Ao ver seu irmão sorrir
Há só uma diretriz
Amar, somar e sentir

Duas metades
Tornam-se adição
União de verdades
Que formam um só coração

Companheiro de estrada
Fez-se gravura no peito
Pseudônimo camarada
És o amigo perfeito

Não trai,
Nem esvai
Traz paz
Torna cais

Sentimento incontido
Que transpassa outro plano
Valeu meu grande amigo
Um presente foi este encontro

Por Patricia Campos