Enquanto ela canta
Vejo as árvores dançarem
O vento que as embalam em dança
E os pássaros se aproximarem

Ao fundo o céu torna palco
E o silêncio veio escutar
Solado bem afinado
E o beija flor a beijar

Canto lírico
Toque suave
Detalhes incontidos
Sua voz me invade

Adentra meu ser
Ensina-me a ouvir
O compreender
E o evoluir

Fez com que eu visse
O fim de toda folha seca
E que também sentisse
O falecer por mais bela que seja

E assim ela canta…
Bem aventurado quem a ouve cantar
Seus males espanta
E assim ela dança como a onda do mar

Um vai e vem sutil
Feito som de violino
Esvanece qualquer vazio
E transborda em amor o seu imo

Aos quatro cantos
Há seu canto
Seu encanto
Ecoa em meu campo

Patricia C.