Todo dia me deparo com sua grandeza, meus passos me guiam a sua luz, não há como falar que ninguém a vê, pois está onde tudo reluz. Sua beleza invade meu coração, a ela dou toda minha admiração, há muito para se falar, mas há muito mais para se ver e sentir. Estou entregue e não nego, me fortaleço com sua destreza que me guia e me instrui no caminho dos vagalumes, que me eleva para o mais alto monte, no pico dos céus, encostando minhas mãos em sua eternidade. O canto dos passarinhos traz sua face, o brotar das flores nos mostra suas fases, um novo nascer é a beleza de sua luz como o sol na tez da criança, nos dá esperança, amor e coragem. A vida é oposta da energia, é quente, calorosa e traz seu fulgor a nós, nos doa seu verbo seguido com a ampulheta, para que nosso tempo seja tomado por ela e depois entrega a nós uma eternidade em simetria. Meu encontro com a vida se dá pela simplicidade, toda harmonia orquestrada pelos céus dos céus, pela batuta da divindade que me rege, me conduz em sua verdade. Queria poder mostrar mais do que palavras, porém nem desenho capta sua essência, cada um deve começar sua jornada e manifestar sua grandiosidade na consciência.

 

Por Luiza Campos