É uma compreensão grandiosa que temos que ter em relação a tudo, vejo que para absorver o amor precisamos de verdade conhecê-lo e enxergar o que o mesmo nos pede para executá-lo em nós. Ter compreensão das coisas não é só você ver o seu lado e o resto que se lasque! Não é assim que trabalha o amor, pois ele une, nele não há desavenças, com ele reina a calma, o coração não se afoba, não rejeita, o amor dá as mãos, os braços se abraçam, os corpos se aquecem em uma só chama. Muitas bocas dizem que amam, mas os atos demonstram que a alma não possui o carisma, a humildade e a simplicidade do amor. No amor há sentimentos, mais não este de paixão infame, mas é aquele que você apanha na cara e compreende que quem te bateu não é capaz de andar uma légua com você, mas você sim é capaz de caminhar duas léguas com a pessoa que te bateu sem rancor algum no coração.

O verdadeiro amor encontramos nas crianças, em suas ações e atitudes, e são como elas que precisamos ser, amar com simplicidade no coração e para isto temos que começar a plantar o bem em nossa alma…

 

Por Maria Lúcia