Um propósito, dois caminhos, céu e inferno e um único Deus. Eu, a consciência, sou muito grandiosa, sou como o enorme mar,  larga, espaçosa e profunda, tanto é, que cabe o reino de Deus dentro de mim, sou a porta que dá entrada ao céu, sou trono do Rei dos reis, sou escada onde os anjos dos céus sobem e descem por ela, sou cume, colina e monte, sou casa de habitação do grande Eu Sou, sou castelo onde o príncipe de Deus se assentará sobre mim e com seu cajado reinará meu interno universo e como serva do meu Senhor estou aqui para servi-lo, ser instrumento em suas mãos, ser vaso de honra para meu Criador, quero ser útil, pois sei que o mesmo que me afeiçoou do pó e me desenhou dando-me formas e face, é quem também me dará entendimento para supri-lo em suas vontades. Por isto Senhor, meus pés coloco em seu caminho, minha boca a sua disposição, fortaleça-me senhor em ti, arranque os espinhos que me afastam de ti, pois o mal que em mim habita luta forte com o bem que também habita em mim. Dai-me forças senhor, não permita que o mal me tire de seu caminho, porque dessa vez não quero ter apenas sua visita, mas sim que entre e permaneça eternamente em minha boléia, que se chama consciência, templo ou até mesmo igreja….

Por Maria Lúcia