A consciência que já tem um pouco de entendimento do propósito de Deus sabe que há dois caminhos, e que deve escolher qual seguir. O caminho da carne é provisório, um dia acabará e tudo que se constrói na carne é passageiro, então é inútil andar por este caminho. Mas se a consciência escolher o caminho do espírito e andar por ele, aí sim o recomeço é necessário, pois temos que ter postura, agir e caminhar sempre olhando à frente, focando no que é eterno.
O lamento não faz parte do recomeço, pois se trata de uma nova vida, um novo ser e eterno. A consciência precisa cortar o cordão umbilical da carne e se fazer um só corpo no espírito santo de Deus, pois este sim é o nosso ser eterno.

Por Maria Lúcia