A justificativa se dá quando alguém deixa de fazer algo que deveria ter feito e não fez ou justifica seu próprio erro em cima do mal feito de outra pessoa. Nós estamos dentro de um propósito onde não devemos de forma alguma deixar de realizar a vontade de Deus em nossas consciências, pois se trata de uma verdade, uma vida eterna no céu, nós não podemos nos justificar nos erros dos outros, pois se dizemos que enxergamos a verdade como ela se mostra ser, certamente que não vamos seguir os passos de quem está errando, pois seria tolice nossa cometer o mesmo pecado do outro. Nós, seres humanos, nascemos aqui nesse mundo e produzimos nossa consciência e esta desde que se descobre como tal precisa cumprir com o seu papel, pois a vontade de Deus é que nós consciências andamos pelo Seu espírito, pelas funções que exercemos, assim estaríamos realizando a vontade do nosso Criador. O espírito do Senhor deve ter primazia no coração, ele é quem deve estar à frente de tudo deste mundo, mas as consciências sempre deixam a sua vida eterna para depois, para outra hora dando-nos justificativa de que não poderia deixar de fazer as coisas da carne e por último se der busco o senhor. Mas não é assim que deve ser, não é largando a Deus que se faz a sua vontade, pois não é brincando e se justificando na carne que nos salvaremos, já sabemos que o propósito de Deus não funciona desta maneira, a coisa é séria, real e verdadeira e não podemos ser insanos ou dar uma de desentendidos, pois quem faz vistas grossas diante da realidade, pagará o mal cometido por si mesmo e com a própria alma, pois no final é você quem será condenado, pois suas justificativas não o salvará.

Por Maria Lucia