As águas celestiais caíram sobre mim e aos poucos fui experimentando da pureza de Deus, fui sendo umedecida pelo saber do Senhor e isto fez-me mudar a direção de meu peito. As gotas do amor de Deus escavaram o meu coração, foi abrindo o caminho da verdade e eu pude ver o segredo da vida, o tesouro que em mim estava escondido. Eu não o contemplava, pois meus próprios escombros estavam sobre ele e isto o escondia de mim, mas o meu Deus com a sua água pura, quebrou as pedras que me impediam de enxergar, arrancou a cortina de minha janela e agora posso ver o sol raiar, penetrando no meu eu grandioso seus raios de luz, eu resgatei a minha vida e por ela luto para obter o amor, a paciência, o domínio, a paz e a pureza de minha alma, pois o que estava obscuro, hoje se fez claro e iluminado. Com meus olhos carnais eu não o vejo, mas ouço o que me fala, entendo o seu batucar em meu coração, sinto o seu cheiro doce ao meu redor, sua presença se faz viva aqui dentro de mim, pois abri a porta do meu infinito para te conhecer, amar e viver-te….

Por Maria Lúcia