As consciências hoje já sentem dores, sentem a dor do vazio, da angustia, da solidão, dos tormentos, são dores e mais dores e todas elas são doentes. A cura já está dentro de cada um de nós, a verdade que nos liberta bate as nossas portas todos os dias, mas as consciências precisam se abrir, mostrar o que tem dentro de si e não se esconderem. Quem se esconde é porque tem medo, mas o que adianta ter medo da verdade se é ela que liberta todas as consciências?

Temos que abrir as portas da nossa casa, tirar todas as sujeiras, esfregar cada canto e não deixar nada do velho morador. A carne precisa sair com todos os pertences dela, para entrar o espírito de Deus com todos os pertences dele, ele entrará com o amor, com a sabedoria, com a felicidade, com os alimentos que nos sustentam e deixará as nossas almas em paz hoje e eternamente.

Por Kátia