Uma coisa interessante, nós não existíamos, mas através de um princípio praticado por nossos pais dentro das leis da procriação carnal, nascemos neste mundo como se vê. Pronto! Estamos dentro do propósito de Deus. Produzimos a consciência como um fruto natural, e hoje temos consciência de todas as coisas. Passamos por um caminho até chegarmos aqui, éramos um sêmen, nos transformamos em ser humano, produzimos a consciência, e através dela vimos o caminho que passamos para chegarmos até aqui.

Só pela consciência conseguimos trilhar este caminho do raciocínio, pois é próprio dela o raciocínio. Tudo é uma questão de compreensão para enxergarmos as coisas pelo entendimento. E não para por aí, devemos prosseguir neste caminho de compreensão, pois sabemos que um dia esse nosso corpo carnal morrerá, e qual a saída para que não vejamos a morte e tenhamos uma vida eterna? Eis a questão! A compreensão é fundamental para todas as coisas, até mesmo da morte carnal, pois todos nós morreremos um dia pela carne, mas, e a consciência que produzimos como criação, qual será o destino dela? A consciência é eterna, assim como o espírito de Deus que nos dá a vida, mas o que a consciência deve compreender é que ela deve se fazer uma com o espírito de Deus e deixar a carne que é morta, só assim a consciência prosseguirá com a vida, pois fora do espírito, a consciência ficará vazia depois da morte da carne, e isto será terrível, pois a consciência não morre, mas terá consciência de todas as coisas que ela manifestou, mas não terá um corpo e refletirá o breu, o nada.

Mas se a consciência compreender que deve se desligar da carne e se ligar no espírito, ela passará pelo caminho da vida entendendo o processo que acontecerá dentro dela, pois é dentro da consciência que é inseminado e gestado o espírito de Deus até a estatura completa do novo ser, e quando o espírito voltar a Deus e a carne morrer, a consciência nascerá no plano do céu pelo espírito, pois formou o seu corpo eterno, e assim ela verá o seu corpo espiritual, assim como quando nascemos neste mundo e vimos o corpo carnal. Mas lá no céu será uma vida plena de paz, e o mais, quando chegarmos lá contemplaremos todas as maravilhas que Deus já nos preparou para nos receber pelo espírito. Este é o caminho de compreensão que todos deveriam trilhar para concluir o propósito da vida em si.

Por Kátia Campos